Sábios antivacinais

Hoje me deparei com uma coluna interessante do médico Dráuzio Varella no site da Folha de S. Paulo.

Dráuzio é um daqueles notáveis de quem é difícil discordar. Dá pra seguir à risca tudo o que sai da boca do doutor sem pestanejar. A Folha tem outros colunistas da mesma estirpe: Hélio Schwartsman, Clovis Rossi, Elio Gaspari. Todos fenomenais.

Embora o doutor fale o óbvio – não há método mais barato, eficaz e rápido de imunizar os infantes do que vaciná-los – ainda tem gente que renega o óbvio, e prefere enfiar a cabeça no chão como um avestruz, fechando os olhos a todas as evidências científicas disponíveis e escancaradas à luz do sol.

O assunto não é lá muito relacionado ao tema do blog, mas o tangencia de certo modo. Se você filhos na tenra idade, não se deixe levar por comentários “anti-vacina” pouco sensatos de vizinhos, páginas obscuras da rede mundial de computadores, ou mesmo daquele médico pouco confiável que lhe recomendaram. Vacine seus filhos.

Me arrisco a dizer que a mesma lógica vale para seu problema de ansiedade, depressão, distimia, transtorno de humor: seja sensato, corra atrás de opiniões fundadas em base empírica. Homeopatia, chá mágico, bendição, simpatia, reza, nada disso vai resolver seu problema.

Como já dizia o célebre biólogo R. Dawkins: “Tenhamos as cabeças abertas, mas não tão abertas ao ponto de nossos cérebros se desprenderem delas”.

Anúncios

Uma opinião sobre “Sábios antivacinais

  1. Oi. Meu comentário não tem nada a ver com sua postagem, mas vou comentar mesmo assim. Depois de dois anos de venlafaxina, decidi parar. Meu psiquiatra já tinha diminuído a dose, estavamos de acordo de que eu iria parar de tomar esse troço, mas eu notava que ele sempre parecia reticente. Agora entendo o motivo. Estou no ápice da abstinencia, sofrendo muito e com uma certeza: nunca mais confio cegamente numa receita como confiei, nunca mais. Se eu tivesse sido alertada de todos os efeitos da venla, jamais teria tomado. Enfim, foi só um desabafo. Estou feliz de que você está bem. Tudo nessa vida vida passa e os meus dias ruins certamente tbm vão passar.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s